Cidade

Manaus registra cinco casos de linchamentos em 2018

By  | 

Cinco linchamentos de supostos criminosos foram registrados em Manaus pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O número é igual ao registrado no mesmo período do ano passado. Em todo o ano de 2017 foram 13 linchamentos na capital. Imagens divulgadas na internet ajudam na investigação dos casos e identificação de envolvidos.

O último caso de linchamento ocorrido no Amazonas, que ganhou grande repercussão, foi no município de Borba, a 151 km de Manaus. Após ser agredido, um jovem de 18 anos foi jogado em uma fogueira. Ele era suspeito de matar uma adolescente de 14 anos, no dia 4 de julho. O jovem se entregou na sede da 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), no domingo (8).

Populares invadiram o quartel da Polícia Militar (PM-AM) no município de Borba (Foto: Internet)

Populares invadiram o quartel da Polícia Militar (PM-AM) no município de Borba (Foto: Internet)

Punição

“Existe a tipificação do homicídio qualificado pelo recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Então, quando há um linchamento, logicamente que pela quantidade de pessoas, a vítima fica indefesa. Então o homicídio quando a vítima fica com impossibilidade de defesa é homicídio qualificado e, homicídio qualificado é um crime hediondo”, disse o Juiz Mauro Antony, que atua na área criminal.

Ele apontou ainda que todos as pessoas que participam de linchamento podem ser punidas, de acordo com artigo 29 do Código Penal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *