Cidade

Prefeitura usa recursos de comunicação como reforço para conter avanço do sarampo

By  | 

A Prefeitura de Manaus aposta na comunicação como um recurso auxiliar fundamental na estratégia para conter o avanço do sarampo na cidade. Além das ações de campo, como bloqueios, varreduras e intensificação da vacinação, iniciadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) a partir da notificação dos primeiros casos suspeitos no início do mês de março, foi criada uma campanha de marketing que já está nas ruas para levar informações importantes à população, que incluem sintomas, cuidados e locais onde buscar ajuda.

Todo o material tem como foco a necessidade de vacinar um grupo prioritário – o de crianças de seis meses a cinco anos, definido a partir da análise dos 58 casos suspeitos de sarampo, dos quais 26 (44,8%) são da faixa etária menor de 12 meses.

“Estamos enfatizando a necessidade de vacinar as crianças já a partir dos seis meses até cinco anos de idade. Elas são a nossa prioridade nesse momento, uma vez que entre os casos – suspeitos e confirmados – temos muitos com menos de um ano de idade. A orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto é de que também levemos orientações às pessoas nesse sentido”, explica o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, lembrando que as manifestações do sarampo tendem a se agravar em crianças, especialmente as que não são vacinadas.

As peças foram produzidas pela equipe de Marketing da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), seguindo o direcionamento dos técnicos da Semsa. São cartazes para todas as unidades de saúde (UBSs, Policlínicas, além de shoppings, escolas, universidades, instituições e órgãos públicos); banners para as unidades de saúde; faixas para unidades e postos de vacinação; folders e lonas que ficarão nos viadutos da avenida Mário Ypiranga, São José e Coroado.

Spots de rádio já estão sendo veiculados desde o começo dessa semana. Para as emissoras de televisão, foi produzido um vídeo de 30” (30 segundos) que começará a ser exibido neste sábado, 31/3. Internamente, foi criado um wallpaper, que está sendo usado nos computadores da Semsa, com o objetivo de promover uma grande mobilização dos servidores. Ações de Educação em Saúde também estão programadas e realizadas em todos os pontos da cidade.

Nas redes sociais da Semsa, os materiais informativos passaram a usar as hashtags #SomosTodosSemsa, #SarampoAquiNão e #SemsaEmMovimento, criadas pela equipe da secretaria, comprometida com as ações para proteger a população.

Monitoramento no feriado

Durante o feriado desta Quinta-feira Santa, 29/3, equipes da Semsa trabalharam em regime de plantão no monitoramento da situação, como é rotina. O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) tem, aos finais de semana e feriado, equipes de plantão tanto na sede do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae), quanto nos Distritos de Saúde (Disas), com uma rotina de 10 a 12 pessoas.

Na atual situação, considerada de emergência em Saúde Pública, a equipe foi ampliada para aproximadamente 50 pessoas, a maioria concentrada no Disa Norte, que concentra a maior parte dos casos suspeitos notificados. Eles estão fazendo o trabalho de investigação, bloqueio e monitoramento nessas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>