Esporte

Brasil x Colômbia: CBF pede 48h e audiência com MP-AM é remarcada

By  | 

Enquanto isso, a venda de ingressos para o jogo, marcado para o dia 06 de setembro, na Arena da Amazônia, está suspensa. A CBF avalia possibilidades e evita comentar valores que estaria disposta a acatar. caso CBF e MP-AM não entrem em um consenso, Brasília é cogitada como “plano B” para a realização do confronto.

– Foram colocadas (na audiência) várias propostas. Isso tudo precisa ser avaliado. Temos que ver qual é o melhor caminho, e isso não depende só da CBF, depende também do Ministério Público. O nosso impasse é em relação à numeração e o valor dos ingressos. Eu não sei até quanto podemos baixar o preço (dos bilhetes) – disse o advogado que respondeu pela CBF na reunião, Roosevelt Jobim.

No Fórum Henoch Reis, em Manaus, participaram da audiência promotores, representantes da CBF e o presidente da Federação Amazonense de Futebol, Dissica Valério.

A CBF, por meio do diretor jurídico, Dr. Carlos Eugênio Lopes, já havia adiantado que, dificilmente, atenderia às exigências do Ministério Público. O pedido de redução de levaria o ingresso mais barato para a partida, comercializado por R$ 126,50, ao valor de R$ 75,90. O MP aguarda contra-proposta da entidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>