Saúde

Videoconferência debaterá combate ao H1N1 em cidades do Amazonas

By  | 

A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), reúne nesta quarta-feira (12), por meio de videoconferência, os secretários municipais de saúde e coordenadores do programa de imunização do interior do Amazonas, para alinhar as ações que serão executadas para a Campanha Nacional contra a Influenza, que tem início no próximo dia 30.

A videoconferência será transmitida pelo  Centro de Mídias da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e contará com a participação do diretor-presidente da FVS-AM, Bernardino Albuquerque, e da Coordenadora Estadual do Programa de Imunização, Izabel Nascimento.

Durante a transmissão, Bernardino Albuquerque irá atualizar os secretários sobre os números de casos de H1N1 notificados no Amazonas e reforçar a importância da mobilização para a campanha, que se estenderá até 20 de maio.

“Ao todo o Ministério da Saúde irá disponibilizar 1 milhão de doses, para imunizar aproximadamente 900 mil pessoas no Estado, nos chamados grupos prioritários, formados pelas grávidas; puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); crianças a partir de 6 meses a menores de cinco anos; pessoas com mais de 60 anos; trabalhadores da saúde; população privada de liberdade; bem como doentes crônicos”, informou o diretor da FVS.

De acordo com a coordenação Estadual do Programa de Imunização, o Estado já recebeu os primeiros lotes da vacina que será utilizada na campanha e que o insumo já começou a ser distribuído para os municípios mais distantes da capital. Nesta semana, o Estado deve receber os lotes restantes, que irão abastecer os municípios mais próximos de Manaus. O Ministério preconiza que os municípios trabalhem para alcançar uma cobertura vacinal de 80% da população estimada para receber a imunização.

Morte
O Amazonas registrou a primeira morte causada pelo vírus H1N1 neste ano. Uma mulher morreu nesta semana em Manaus após ser infectada pelo vírus da gripe influenza no Rio de Janeiro, segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). De acordo com a FVS, esse é o segundo caso registrado da doença no estado neste ano e há risco de novas ocorrências. A campanha de vacinação começa no dia 30 de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>